14 Dicas para quem deseja ser feliz de verdade

Confira uma lista com 14 dicas que vão te deixar a poucos passos de uma vida feliz de verdade.

00
Comportamento
14 dicas para quem quer ser feliz

Quer ser feliz? Não tem problema. Confira uma lista com 14 dicas que vão te ajudar a conquistar a sua tão sonhada felicidade

É bem provável que ser feliz seja o grande objetivo de grande parte da população de todo o mundo. Não é à toa que existem uma série de buscas e conteúdo ao redor da internet que tentam direcionar as pessoas nesse caminho.  

A pergunta que fica, no meio de tanta coisa é:  

“O que realmente é verdade e o que, não é?”  

Em relação a isso, uma coisa eu posso te dizer, é que não dá pra ser feliz se você não tiver plena consciência do que te faz feliz.  

Isso pode até parecer um pouco óbvio, mas não é. São poucas as pessoas que realmente se conhecem de verdade.  

E a prova disso é que tem tanta gente passando por problemas emocionais dos quais não é capaz de lidar. Aliás, elas nem mesmo sabem os motivos que estão por trás desses problemas.  

O pior é que esses mesmos problemas têm o poder de causar impacto em todas as áreas da vida de uma pessoa. Negativo, é claro. Prejudicando, até mesmo, a saúde física e mental dessas pessoas.  

É pra te ajudar nessa jornada que nós separamos 14 dicas que vão te guiar nesse processo de autoconhecimento e desenvolvimento. Então, bora buscar um final feliz pra essa história?  

14 Dicas para quem deseja ser feliz  

1 – Descubra quais são seus traços de caracteres  

Conheceu seus traços de caracteres é o jeito certo de se conhecer de verdade. Assim você não vai precisar se guiar no escuro procurando entender o que te faz feliz e o que não faz.  

Lembrando que você é composto por todos os 5 traços de caracteres. Por mais que alguns deles tenham mais intensidade do que outros.  

2 – Procure entender quais deles estão na dor e quais estão no recurso  

Os traços são formados por dores existenciais. E, conforme essa dor se manifesta na vida de uma pessoa, que está na fase de mielinização dos traços, a tendência é que o seu corpo e mente procurem alguma maneira de se proteger.  

Porém, isso não livra ninguém de sentir essa dor de novo. E quando você se conhece fica muito mais fácil identificar quais desses traços estão vivendo na dor e quais deles estão no recurso.   

3 – Análise quais ambientes e relações estão colocando seus traços na dor  

Descobriu quais traços estão vivendo na dor? Ótimo!   

Chegou a hora de entender quais ambientes e relações estão colocando esses traços na dor.  

4 – E quais ambientes e relações estão colocando-os no recurso  

O mesmo vale para o para os ambientes e relações que estão colocando seus traços no recurso, se é que elas existem.  

A ideia por trás disso é estimular o que está indo bem e melhorar o que não está.  

5 – Olhe para as necessidades dos seus traços, priorizando os que você tem em mais intensidade e que estão na dor  

Entender quais traços você tem em mais intensidade é o guia que você precisa para saber qual traço você deve priorizar.  

Quando você trouxer esse traço para o recurso, dependendo da sua intensidade, pode ser meio caminho andado para colocar os outros no recurso também.  

6 – Não se esqueça que você precisa cuidar de todos os 5, então, não se esqueça de nenhum deles  

Lembre-se que você é composto por 5 traços. É verdade que colocar o seu traço mais predominante no recurso vai te ajudar bastante.  

Mas se você parar por aí não vai adiantar muita coisa. Com 4 traços na dor vai ser difícil ter uma vida boa e feliz de verdade.  

7 – Crie maneiras que melhorem as relações e os ambientes que você vive  

Antes de sair chutando o barco e decidindo dar um fim em tudo para começar essa nova vida, pode ser que o melhor caminho seja fazer ajustes.  

Ajustes nas relações e ambientes que você vive. Talvez só isso seja o suficiente para melhorar tudo ao seu redor.  

8 – Caso a dica anterior não dê certo, talvez o que você vai precisar é mudar de ambientes e relações  

Nem sempre esses ajustes vão surtir efeito. Até porque ele envolve outras pessoas que talvez não se interessem por esse novo caminho que você está tentando seguir, e tá tudo certo.  

Nesses casos, talvez o melhor mesmo seja cogitar uma mudança mais radical. Ela pode fazer bem pra você e, até mesmo, pra quem está do outro lado.  

9 – Faça acordos com seus traços  

Em certos momentos você vai precisar fazer coisas que seus traços não são a favor. Afinal, para seguir o nosso caminho vamos precisar interagir com pessoas que são diferentes de que vivem em ambientes que não necessariamente nos agradam.  

O importante é fazer acordo com esses traços, e, em algum momento, pagar essa dívida. Fazendo isso você impede que esse traço trilhe um caminho de dor.  

10 – “Pague as suas dívidas” com os traços que você colocou na dor  

Não se esqueça de pagar essas dívidas. Essa é uma forma de dar atenção e cuidado para os seus traços. Deixar de cumprir seus acordos é algo que pode ter consequências bem ruins, como já dissemos acima.  

11 – Se priorize de verdade  

Quem é a prioridade dentro da sua vida? Pode ser que essa lista te surpreenda e você descubra que o seu nome está bem lá embaixo. Pode até ser nobre, mas se você quer ser feliz isso dificilmente vai te ajudar.  

Pelo contrário, você vai começar a colocar as necessidades e expectativas de outras pessoas em primeiro lugar, esquecendo de cuidar de quem realmente importa.  

12 – Não deixe de fazer o que você precisa fazer  

O que você quer fazer? Chorar? Se isolar? Ser mais frio? Se preocupar ou prefere ficar em cima do muro?   

A intenção não é que você viva na dor, mas é muito importante que você faça o que realmente quer fazer. Pode ser que essa seja a melhor maneira de você lavar a alma e se livrar de pensamentos ruins.  

13 – Comece a fazer uso dos seus “superpoderes”  

É verdade que a formação dos seus traços ocorreu por causa de grandes dores existenciais. Mas, por outro lado, você aprendeu recursos que te fizeram capaz de lidar com essas dores.  

Mas se você deixar de usar esses recursos não vai adiantar de nada. É por isso que você precisa colocar em prática as dicas anteriores para poder viver no recurso e de um jeito muito mais leve.  

14 – Seja quem você precisa ser. É disso que você precisa pra ser feliz  

Você é exatamente quem você precisa ser. Leve isso em conta pra sempre que for decidir qualquer coisa. O mais importante é que você viva a seu favor.  

Cuidado da pessoa que deveria ser a mais importante da sua vida. Você  

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

No comments found.

Veja mais na categoria

Power by::