4 Dicas para te ajudar a montar uma Equipe de sucesso com a Análise Corporal

É fundamental uma compressão em relação à equipe, pessoa a pessoa, para que se possa criar um ambiente propício ao crescimento e desenvolvimento de todos. E, para fazer isso, quem vai precisar desenvolver essa clareza, não em relação a si, mas em relação à equipe que se deseja montar, é o gestor.

00
O corpo explica
entrevista-pessoas

Uma das consequências lógicas que uma má gestão pode gerar é colocar as pessoas nos lugares errados.

Projeto novo, empresa nova, ou, até mesmo, uma simples expansão gerada por uma crescente demanda.

Seja qual for o motivo, todos eles podem levar a uma necessidade que, dependendo dos casos, pode ser um verdadeiro desafio na vida de qualquer empresário. O de contração, seja de alguns poucos funcionários ou, até mesmo, de uma equipe completa de colaboradores.

Desafio porque, hoje em dia, já existe uma certa compreensão de que um bom colaborador não necessariamente é aquele que tem o melhor currículo.

É evidente que a questão técnica, dependendo da função que será exercida, é muitíssimo importante. Mas ela não é a única que precisa ser considera.

E estamos falando isso do ponto de vista de uma única pessoa, um único colabora, certo? Agora imagine que você precisa montar toda uma equipe.

Nesse caso, você provavelmente precisará avaliar uma série de fatores associados à capacidade técnica dos candidatos e, também, precisará levar em conta outros fatores como emocionais, comportamentais e mais.

Dentre as habilidades e expertises, que são consideradas em um processo seletivo, podemos listar algumas que definitivamente estão na lista de prioridades. Sendo elas:

Avaliar todos esses pontos em um processo seletivo pode ser um grande desafio. Não é mesmo? Muitos deles, inclusive, podem não ser perceptíveis, em um primeiro momento.

Afinal, ouvir de candidato que ele é proativo, resiliente e comunicativo já é algo que o recrutador deve ouvir da maioria dos candidatos, pra não dizer todos.

Mas, e se houvesse alguma maneira de conseguir checar essas informações sem precisar passar 3, ou quiçá, 6 meses até você perceber que aquela pessoa que você depositou as suas fichas não era exatamente quem você gostaria que fosse.

Acompanhe-me nesta leitura e saiba como o Mapa de caracteres e a Análise Corporal podem contribuir, e muito, para que você consiga contratar os profissionais certos para formar uma equipe de sucesso.

Análise Corporal – Conhecendo o seu Candidato

Seria ótimo se você fosse capaz de saber quem exatamente é o seu candidato, somente olhando para ele, não é mesmo?

É como se o seu corpo fosse uma espécie de banco de dados, contendo importantes informações relacionadas ao seu modo de agir e pensar.

A verdade é que isso não apenas é possível, mas tem nome. Chama-se Análise Corporal.

E isso só é possível porque nós, na figura de seres humanos, somos formados a partir de cinco traços de caracteres. Esses traços são desenvolvidos na infância de todo indivíduo, em um período que se inicia quando a criança ainda está na barriga de sua mãe e vai, até os 5 a 6 anos de idade, aproximadamente.

Mas não se preocupe, embora estejamos falando de um assunto bastante complexo que envolve a mielinização do sistema nervoso, sinapses, neurônios, poda neural e outros conceitos técnicos, vamos exemplificar o resultado disso de uma maneira bastante simples.

O que ocorre é que, esses traços de caracteres, se desenvolvem a partir das relações e percepções que um indivíduo tem acerca do ambiente em que ela vive.

E por que isso é tão importante?

O fato é que, à medida que o indivíduo interage com o mundo à sua volta, seu corpo e a sua mente registram informações que vão acompanhá-lo por toda a sua vida. E, essas informações, nada mais são do que os traços de caracteres.

São eles os responsáveis pelo modo de ser, agir e pensar de um ser humano. Eles não apenas contam a história do seu passado, mas dizem exatamente quem ele é. E essas informações estão logo ali, na distância de um olhar, afinal, como já dissemos, essas informações são registradas no seu corpo.

4 Dicas na Hora de montar uma equipe de sucesso

Com base no que já dissemos aqui, seria verdadeiramente incrível ter acesso a uma ferramenta capaz de fornecer esse tipo de informação, não é mesmo? Seja para um recrutador ou, até mesmo, para um empresário.

Afinal, não se trata apenas de contratar os profissionais certos para montar a sua equipe. Mas, também, encaixar as pessoas nos lugares certos.

Afinal, dependendo do conjunto de traços de uma pessoa, você poderá identificar se ela é mais comunicativa, proativa, criativa e mais. Daí fica muito mais fácil contratar ou realocar uma pessoa. Basta saber o perfil ideal de profissional para cada local.

Mas, antes de nos aprofundarmos em dicas e sugestões que podem te ajudar nesse processo, precisamos fazer alguns alinhamentos.

  1.       A análise corporal pode sim ser utilizada para esse fim, entretanto, para alcançar informações assertivas é necessário que a pessoa passe por um processo de análise corporal. Até mesmo porque, não basta apenas olhar para o seu rosto e, assim, traçar o mapa de caracteres de uma pessoa, existe uma certa complexidade quando o assunto é definir com exatidão os traços de uma pessoa. O que não quer dizer que você, na figura de recrutador, já não consiga acessar algumas informações valiosas durante um processo de recrutamento e seleção.
  2.       Toda pessoa é formada por um conjunto de cinco traços de caracteres. Isso a partir do seu 5 a 6 anos de vida, é claro. E, como você provavelmente não vai contratar ninguém com essa idade, vamos considerar que todos os seus candidatos possuem os cinco traços mielinizados. Portanto, considere essa complexidade na hora de procurar entender o seu candidato.

Alinhamentos feitos, confira algumas dicas que podem te ajudar na hora de contratar o profissional, ou, realocar ele com o propósito de montar uma equipe de sucesso.

emprego-entrevista

É evidente que a questão técnica, dependendo da função que será exercida, é muitíssimo importante.

1 – Descubra qual é o perfil ideal para a vaga que você precisa contratar

Não dá pra negar, demitir é muito mais fácil do que contratar. Ou, pelo menos, do ponto de vista lógico. Afinal de contas, depois de um certo período você já vai ter informações o suficiente do seu contratado, para chegar à conclusão se foi uma boa contratação ou não.

É claro que existem diversos pontos a serem observado, mas o ponto não é esse. O foco aqui é te ajudar a fazer uma boa contratação e, para isso, uma excelente ideia é que você trace qual seria o perfil ideal de profissional que você precisa.

Ele precisa ser muito comunicativo? Ele vai precisar bolar ideais criativas e fora da caixinha? Ou ele precisará ser lógico e prática para tomar as melhores decisões.

Essas informações são cruciais na hora de contratar uma pessoa. Por meio dela, pode-se definir quais são os principais traços de caracteres que a pessoa precisa ter.

2 – Nem todo empreendedor é um bom líder

Criar um negócio promissor ou, fazer parte dos processos seletivos e fazer a gestão administrativa de uma empresa não são coisas que definem um bom líder.

Aliás, conhecimento técnico também não. Vão existir, inclusive, muitas ocasiões onde o melhor técnico não necessariamente é um bom líder.

Portanto, identificar esses potenciais líderes é uma excelente maneira de delegar essa liderança de uma maneira assertiva.

E, através do mapa de caracteres de uma pessoa, isso fica muito mais fácil pois, a partir dele, é possível saber quais são os traços de caracteres que mais possuem o perfil ideal para serem bons líderes. 

3 – Coloque as pessoas certas nos lugares certos

Se contratar já é uma tarefa difícil, imagine gerir uma equipe? Lidar com pessoas pode ser um grande desafio, ainda mais quando você não entende absolutamente nada sobre elas.

E, uma das consequências lógicas que uma má gestão pode gerar é colocar as pessoas nos lugares errados.

Lembre-se, os currículos são muito importantes, mas eles não vão te dar um panorama comportamental do seu colaborador. E esse perfil é imprescindível na hora dele desempenhar o seu papel.

E, para ficar claro, vamos supor uma situação. Vamos imaginar que o seu contratado tem uma predominância dos traços esquizoide e psicopata. Nesse caso, vamos encontrar uma pessoa bastante lógica e com todo um repertório relacionado a criatividade, liderança e planejamento.

Seria interessante coloca-la em uma posição onde ela fique preso a métodos e processos? Ou algo que esteja muito atrelado ao relacionamento com o cliente?

É bem provável que ela consiga desempenhar esse papel, mas não será ali o local ideal para que ela possa demonstrar todo o seu potencial.

4 – Foque no ambiente de trabalho

Aqui no O Corpo Explica, consideramos dois fatores básicos para uma pessoa ser feliz.

São eles clareza e ambiente.

Clareza em relação aos seus traços de caracteres, até mesmo porque, a partir deles, uma pessoa consegue ter um nível de autoconhecimento gigantesco.

E ambiente pois, uma pessoa são vai conseguir se desenvolver e ser quem ela precisa ser, de maneira plena, quando ela encontrar ambientes favoráveis para isso.

No ambiente profissional isso não é diferente. Ambientes tóxicos e problemáticos não contribuem em nada para o desenvolvimento de um profissional. Seja ele quem for.

Em outras palavras, ele pode ser extraordinário no que faz, mas, se o ambiente não for favorável, de modo geral, ou, até mesmo, em relação aos seus traços em particular, ele dificilmente vai conseguir colocar em prática tudo aquilo que é capaz.

Portanto, é fundamental uma compressão em relação à equipe, pessoa a pessoa, para que se possa criar um ambiente propício ao crescimento e desenvolvimento de todos.

E, para fazer isso, quem vai precisar desenvolver essa clareza, não em relação a si, mas em relação à equipe que se deseja montar, é o gestor.

No fim, o resultado, dessas e outras práticas, não tem como ser negativo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

No comments found.

Veja mais na categoria

Power by::